PESQUISAS ACADÊMICAS

Segmentação do mercado musical: Novas formas de segmentação em contraste com os "gêneros musicais"

Autor: Lucas Pulice

Instituição: USP - EACH

Resumo

O objetivo do presente trabalho é abordar o impacto e as consequências das mudanças tecnológicas na segmentação do mercado musical. O principal tema abordado nessa monografia é a inadequação do termo “gêneros musicais” como parâmetro para essa segmentação.

 

O mercado musical foi amplamente alterado nos últimos anos. O presente trabalho reúne material que retrata o contexto da segmentação da indústria fonográfica até os anos 90 e compara com novas formas que ouvintes usam para buscar músicas em sites de reprodução online, a partir dos anos 2000. Por se tratar de um momento de transição, esse estudo é exploratório, baseado em referências bibliográficas, análise de conteúdo em sites e em um documentário, além de entrevistas com especialistas. Busca-se aqui apresentar o tema da segmentação sob diferentes pontos de vista: pesquisadores da música popular brasileira, professores de marketing e jovens músicos e produtores.

 

Através da análise das entrevistas e pesquisas bilbliográficas nota-se que as novas plataformas musicais na internet categorizam os artistas e disponibilizam suas músicas aos ouvintes de diferentes formas, apresentando opções musicais com associações que extrapolam os gêneros musicais.

 

Com o avanço da tecnologia, mais possibilidades têm os ouvintes de interagir com a música. Se em outros tempos o mercado ficou concentrado nas mãos de grandes gravadoras, que praticamente ditavam as regras de mercado, a partir do século XX esse cenário muda. Os resultados mostram que os novos atores da cadeia produtiva da música estão reinventando a segmentação desse mercado, apesar do enraizado conceito de gêneros musicais.

 

 

 

Palavras-chave: Indústria Criativa, Mercado musical, Segmentação, Gêneros musicais.

Entre em contato com o autor

Pro- (pref. do latim) Movimento para frente; positivo   -arquia (suf. do grego) Poder; forma de organização
 

PROARQUIA é o poder do positivo, o movimento pra frente. É a força da constante mudança, a favor do bem maior, ao som da música.

.